Chasing Bob Dylan

Bob Dylan has been a fixture of mine and I wrote two big stories on him in 2021 and 2022.

In May 2022, it was the opening of the most anticipated museum of the year in the US. The Bob Dylan Center organized a three-day celebration with concerts by Patti Smith, Mavis Staples and Elvis Costello to open its doors to the public in Tulsa, Oklahoma.

I was there to report on the festivities and interviewed everybody involved. I talked to the center directors, Steven Jenkins and Steve Higgins, the famous Dylan biographer Clinton Heylin, and the billionaire businessman and philanthropist George Kaiser, responsible for buying Dylan’s personal archives.

The story was run by Folha de S.Paulo and here is a little snippet:

TULSA (ESTADOS UNIDOS) – Bob Dylan não deu as caras nos três dias de festa em sua homenagem, como esperado, mas como bem lembrou sua amiga Patti Smith o enigmático trovador de 80 anos está “por todo os lados”.

Especialmente em Tulsa, no estado interiorano de Oklahoma, o bardo americano surge no aeroporto, nos pontos de ônibus e nos postes de luz das calçadas, decorando propagandas que indicam a direção de Meca para seus fãs —um prédio de dois andares de tijolos aparentes, numa antiga fábrica de papel, num bairro revitalizado da cidade.

É o Bob Dylan Center, BDC, que abre nesta terça-feira ao público após investimentos de US$ 10 milhões na construção do espaço. O BDC é agora a casa dos arquivos pessoais do músico, vendidos há seis anos por cerca de US$ 20 milhões. Três noites de shows com Patti Smith, Mavis Staples e Elvis Costello marcaram as comemorações de abertura para convidados no final de semana. Continue lendo aqui.

Bob Dylan 80th birthday

One year before, in May 2021, I was chasing Bob Dylan in his hometown in Minnesota.

I covered a festival celebrating the poet’s 80th birthday and toured Duluth and Hibbing, including his two former houses that are being renovated by a superfan.

The story was also run by Folha de S.Paulo and here is a little snippet:

DULUTH (EUA) – A apenas cinco minutos a pé do hospital onde Bob Dylan nasceu há exatos 80 anos, dezenas de fãs do incansável trovador se reuniram na tarde de segunda-feira (24) para cantar suas músicas em frente à sua casa de infância em Duluth, interior do estado de Minnesota, no norte dos Estados Unidos.

O músico local Greg Tiburzi se apresentou na varanda da modesta residência de dois andares, construída em cerca de 1910. Ele embalou os presentes com os hits “New Morning”, “Chimes of Freedom”, “Like a Rolling Stone”, além de liderar um animado “Happy Birthday”. Na calçada, havia bolo e cupcakes para celebrar a data, além de venda de broches e ímãs de geladeira.

A residência é uma das duas antigas casas da família de Dylan que pertencem a um superfã chamado Bill Pagel, um farmacêutico aposentado de 79 anos. A segunda propriedade fica em Hibbing, a 120 quilômetros ao norte, onde Dylan morou entre 1948 e 1959. Continue lendo na Folha de S.Paulo.

Nobel Prize Award

I also wrote about Bob Dylan in 2016, when he played in Las Vegas just after being announced the winner of the Nobel Prize. He didn’t mention the award as expected, but he was in a great mood. More here.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s