E o prêmio vai para…. “O Dia da Transa”!

“Hump Day” acabou de ganhar o prêmio John Cassavetes, dedicado a produções feitas com menos de US$ 500 mil, do Spirit Awards, o “Oscar do cinema independente”.

O filme passou na Mostra de Cinema de SP e no Festival do Rio em 2009 com o nome “O Dia da Transa”.

Conta a “saga” (adoro essa palavra) de dois amigos que se encontram depois de muito tempo, um malucão e o outro meio careta. Eles decidem rodar um curta para um festival de filmes pornôs amadores, como prova de que continuam sendo “machos pra caraio”. 

O roteiro é o seguinte: transar (os dois) em nome da arte.

Entrevistei a diretora, roteirista e produtora Lynn Shelton, na época da Mostra.

“Quando comecei o filme, eu queria de fato que algo acontecesse entre eles. Acho que, de alguma maneira, eu acreditava nessa mentalidade de que o mundo é gay”, diz Shelton, que filmou em dez dias, com uma miniequipe de oito pessoas. 

A entrevista está aqui.

Uma coisa interessante é que esse “festival de filmes pornôs amadores” existe de verdade, desde 2005, em Seattle. 

O evento se chama “Hump!”, inspiração para o nome original do filme de Shelton, e seleciona curtas caseiros que são apresentados e destruídos na sequência.

O público escolhe os melhores. Os primeiros nas categorias “humor” e “hot” ganham US$ 2 mil cada um.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s