Cenas angelenas II

Outro taxista, ucraniano.

“Ah, you are from Brazil! So you know ‘fazenda’?”, ele pergunta e eu penso: “Hein? Fazenda o que? Tipo ‘farm’? Se eu tenho uma?”

“Sim, “farm”. Você não é da Argentina? Não tem muitas fazendas lá?”

“Não, sou do Brasil”, repito. “E você, na Rússia, tem fazenda?”, provoco.

“Não, sou da Ucrânia. Lá tem muita fazenda, muita natureza.”

“Claro. E do que você mais sente falta da Ucrânia?”

[longo silêncio….loooongo. tipo quase um minuto. eu quase pergunto de novo quando…]

“Nada. De nada. Sinto pena das pessoas que ficaram.”

[eu, em silêncio, penso: “puxa, mesmo com birra do brasil tenho mil coisas para sentir falta de lá…”]

Ele segue: “Sabe, gosto da música folclórica da Ucrânia, mas ninguém gosta disso, nem mesmo na própria Ucrânia.”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s